GT de Gênero e Sexualidade do Movimento Nossa Brasília lança carta de repúdio em relação à decisão de um juiz federal permitindo a prática da “cura gay”, uma agressão aos Direitos Humanos e que contraria posicionamento do Conselho Federal de Psicologia sobre o tema.